Sábado, Dezembro 3, 2022
Início Provedor do REC

Provedor do REC

Joaquim Fidalgo

Nem tudo o que vem à rede merece “fact-checking”

0
Todo o jornalista é, em maior ou menor grau, um “fact-checker”. A “disciplina de verificação” é uma das exigências básicas do seu trabalho. Mas tratar no mesmo plano uma notícia que merece confirmação ou...
Joaquim Fidalgo

Em louvor da autonomia editorial

0
Quem determina a agenda do debate público? Quem define quais os assuntos mais relevantes para nos informarmos? Quem escolhe, em cada dia e cada hora, o que merece ser noticiado e o que fica...
Joaquim Fidalgo

O jornalismo ensina-se?

0
“Assim como não há escolas de poesia, também as não pode haver de formação de jornalistas” (Bento Carqueja (1860-1935), antigo diretor do jornal O Comércio do Porto) No momento em que se inicia um novo ano...
Joaquim Fidalgo

Dos jornais em papel ao papel dos jornais

0
É bem possível que os jornais diários em papel não durem muito mais tempo. É bem possível que não resistam ao passar de mais uma geração. Mas isso não significa que morram todos os...
Joaquim Fidalgo

Afinal havia outro…

0
Os dois jornalistas que deram a cara e o nome no processo de investigação do caso Watergate não deviam, em bom rigor, ser dois – deviam ser três. Quem conduziu todo o processo na...
Joaquim Fidalgo

A nova “desordem informativa”

0
Continua a haver muita informação falsa a circular nas redes. Boa parte dela, dizem-nos, é difundida automaticamente por máquinas, por “bots”. Mas alguns estudos sugerem que quem é mais responsável pela disseminação de “fake...
Joaquim Fidalgo

Nem tudo o que vem à rede é lixo…

Nos nossos dias, cada vez mais pessoas optam por comunicar e por se informar através de novos meios, novos suportes, novas linguagens. Indispensáveis para muitos, desprezíveis para não poucos, assim-assim para alguns, as redes...
Joaquim Fidalgo

Jornalistas que vão à guerra

0
A regra é simples, mas nem toda a gente parece tê-la percebido: quando um jornalista está a reportar sobre a guerra, o assunto importante não é o jornalista – é a guerra. No imaginário de...
Joaquim Fidalgo

Jornalismo “sem direito a perguntas”

0
Convocar os jornalistas, ler-lhes uma declaração e recusar-lhes perguntas é uma prática estranha, para dizer o mínimo. Isso acontece mais com propósitos de promoção ou propaganda do que de genuína informação. E acabaria se...
Joaquim Fidalgo

Jornalismo ou publicidade – uma questão de confiança

0
“Há um elefante no meio da sala”. Dúvidas sobre se uma notícia é uma notícia ou um anúncio disfarçado (e pago como tal) não são novas, mas existem cada vez mais – e face...