Uma biblioteca que é lugar de viagens e terapia

Paula Pinto e Sâmia Fiates (Universidade Nova de Lisboa)

0
130

É a biblioteca pública mais antiga de Lisboa, com mais de 130 anos. O prédio do século XIX guarda histórias em cada prateleira e entre os seus frequentadores. A biblioteca São Lázaro, em Arroios, tem quase 4.000 pessoas inscritas e o número de requisições duplicou desde 2014. Em 2017, foram quase 300 mil pessoas que recorreram a alguma biblioteca pública do país, o maior número registado em seis anos. Mesmo com o aumento, apenas 7% dos portugueses tem o hábito de requisitar livros.

Fátima Pires Ventura e Teresa Areosa da Cruz fazem parte da estimativa e é através de folhas de papel que viajam todos os meses no Clube de Leitura da São Lázaro. Os livros são debatidos, tal como as vicissitudes da vida. Uma terapia seguida de perto por Joaquina Pereira e Rui Faustino, os dois bibliotecários que conhecem como ninguém a relação dos visitantes com o papel.